EmpresarialJudicialJurídico

Compras na Internet: Como evitar Fraudes

Compartilhe!

A modalidade de comércio virtual vem sendo muito utilizada pelos consumidores em razão da praticidade e demais facilidades que tal modalidade oportuniza aos consumidores. Entretanto, ainda há muitas pessoas que possuem receio em efetuar compras pela internet, em razão da possibilidade de serem vítimas de fraudes. Por esta razão, o presente texto traz dicas de como evitar ser vítima de possíveis golpes.
Ao realizar uma compra por meio da internet é necessário que o consumidor verifique se o site que está vendendo o produto possui um endereço comercial físico e se informa seu CNPJ, para que seja possível uma análise da situação da pessoa jurídica.
Além disso, é importante a anotação dos telefones e e-mail deste fornecedor, bem como analisar se há a disponibilização de canais de atendimento ao cliente e, em caso de dúvida sobre sua idoneidade, o consumidor deve entrar em contato com o responsável pelo fornecimento do produto por meio do Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) para solicitar os dados cadastrais do comércio virtual.
Vale ainda ressaltar a importância em verificar se o link começa com “https://” e se o site possui os dados blindados. A blindagem dos dados é possível ser verificada pela existência de um símbolo de cadeado que aparece no canto esquerdo superior da janela do navegador.

Powered by Rock Convert

A existência deste cadeado significa que o site do fornecedor do produto figura-se como um ambiente seguro e os dados disponibilizados pelo cliente não serão abertos, de modo que, dificulta a atividade dos chamados “hackers”.
Ademais, o consumidor precisa ter cuidado com a forma de acessar a internet, não utilizando o comércio eletrônico ou internet banking em computadores de terceiros ou de acesso público, o que facilitaria o acesso de pessoas desconhecidas a seus dados pessoais.
Outra dica valiosa na hora de fazer compra pela internet é verificar se há muitas queixas contra a loja. Para isso, você pode acessar o site “Reclame Aqui” ou recorrer ao Procon e outros órgãos de defesa do consumidor. Além disso, sempre vale ouvir a opinião de pessoas conhecidas que já realizaram negociações com o fornecedor.
Levando em consideração as dicas disponibilizadas, é possível realizar transações por meio da internet de forma segura. Porém, caso ainda possua dúvidas sobre essa atividade, é possível fazer consultas no site do Procon, pelo endereço “https://www.procon.sp.gov.br”, bem como, consultar-se com um advogado de sua confiança.

Sarah Furtado Violante JURÍDICO E EMPRESARIAL
Sarah Furtado Violante
JURÍDICO E
EMPRESARIAL

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *