Sem categoria

Como o vazamento de sua chave pix pode te afetar

O Pix, meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central, surgiu como uma nova opção ao lado de TED, DOC e cartões para pessoas e empresas fazerem transferências e realizarem ou receberem pagamentos.

Para que você possa aderir essa forma de pagamento é necessária a criação de pelo menos uma chave Pix, a qual representará o endereço da sua conta bancária no Pix e para criá-la você precisa usar uma dessas quatro formas de identificação:

  • CPF ou CNPJ
  • Endereço eletrônico (e-mail)
  • Número de telefone celular
  • Chave aleatória

A maioria das pessoas realizaram o cadastro de sua chave utilizando dados pessoais, por serem informações que já são utilizadas para sua identificação, porém deve-se ressaltar os riscos a que os clientes estão sujeitos.

Um exemplo prático aconteceu com o Banco do Estado de Sergipe (Banese), onde ocorreu o vazamento de chaves Pix de clientes, ou seja, CPFs, números de telefone e e-mails tornaram-se públicos em razão do incidente de segurança ocorrido.

A divulgação dessas informações é prejudicial tanto aos clientes desta instituição financeira, como também aos demais consumidores equiparados, que foram prejudicados pela falha de segurança dos dados.

Ademais, vale ressaltar que, com seus dados pessoais, criminosos possuem condições de realizar a aplicação de golpes, como abertura de contas bancárias em seu nome ou conseguem entrar em contato com você se passando por funcionários de empresas com as quais você possui um relacionamento.

Portanto, deixo aqui uma dica, realize o cadastro de sua chave Pix utilizando a última opção de nossa lista, a chave aleatória, a qual caracteriza-se como uma forma de receber um Pix sem precisar informar dados pessoais. Ela funciona como um login, ou seja, um conjunto de números, letras e símbolos gerados aleatoriamente que identificará sua conta.

Assim, além de não correr riscos caso ocorra o vazamento de sua chave Pix, você garantirá a segurança de seus dados pessoais, o que é essencial nos dias de hoje.

Compartilhe!